30/04/2013 às 15:58 - Atualizado em 18/02/2016 às 20:45

Gabriel Sater apresenta o show “A essência do amanhecer”

(Noticia de 31/01/2013)

Promovido pelo Sesc Sorocaba, o evento é gratuito e inicia às 20h, em Itu 

 

Em comemoração ao aniversário da cidade de Itu, o cantor e instrumentista Gabriel Sater, filho do violeiro Almir Sater, apresenta o show “A essência do amanhecer” (2009) dia 3 de fevereiro, na Praça do Carmo.

Promovido pelo Sesc Sorocaba, em parceria com a Prefeitura Municipal de Itu e o Sindicato do Comércio (SINCOMÉRCIO), a apresentação terá início às 20h e traz ao público influências da música de raiz, de forma muito inovadora e contemporânea.

O repertório autoral do músico conta com canções e temas instrumentais de outros artistas, que trazem tanto a identidade do Pantanal e da fronteira do Brasil / América Latina, quanto da tradicional e boa música brasileira, englobando uma variedade de ritmos que vão do chamamé ao choro, do tango as guarânias, das valsas as polcas paraguaias, de baladas a temas mais modernos, com traços harmônicos e sofisticados da bossa nova e do jazz.

A plateia poderá ouvir músicas como “Sonhos de Aço” (Gabriel Sater e Chico Teixeira), “Recuerdos” (Gabriel Sater), “Em cada diferença” (Gabriel Sater e Denis Giovani), “Canção de Amor ao Fogo” (Gabriel Sater e Leo Cavallini) e “Chuvas de Janeiro” (Gabriel Sater e Fernando D’Andrea), além de melodias com parcerias de Daniel Rondon e Paulo Simões.

O trabalho do jovem artista envolve diversos traços da música latina, porteña, africana, celta, pop, entre outros estilos. Todos contribuem de maneira inspiradora para sua criação musical.

Além disso, o cantor agrega o violão, a poesia das canções e o seu refinamento como pesquisador, compositor e arrajandor, mostrando-se como um talento singular dentro do cenário da música brasileira.

 

Sobre Gabriel Sater

Nascido em São Paulo e criado no Mato Grosso do Sul e Pantanal, o cantor completou dez anos de carreira. Tem como fundamento básico a sensibilidade cultural, a valorização e a integração da música regional e fronteiriça do Mato Grosso do Sul.

Gabriel já concretizou dois trabalhos, o CD “Gabriel Sater Instrumental” (2006) e “A Essência do Amanhecer” (2009). Seu novo álbum, “Indomável”, está em fase de produção.

Recebeu quatro premiações no “XI Festival Universitário da Canção”, em 2001; ganhou o 1º lugar na “Mostra Paralela do 4º Americanta” (2003), eleito pelo júri e público, apresentando seu trabalho solo e, em 2007, conquistou a 2ª colocação no “Festival Botucanto Instrumental”. Além disso, foi o vencedor do cobiçado “Prêmio Produção Pixinguinha 2008” (representando o Mato Grosso do Sul), que é oferecido pela FUNARTE (Fundação Nacional de Artes).

 

Serviço:
Show Gabriel Sater
Dia 3. Domingo, às 20h.
Local: Praça do Carmo, s/nº - Itu
Indicação: Livre
Grátis

Sobre o Sindicato

Sindicato do Comércio Varejista de Itu